quarta-feira, 12 de março de 2008

:.Além do Mais.:

"Oi,
Como você está? Nossa, você não imagina como as coisas mudaram, minha vida e principalmente, como eu mudei.
É, posso dizer que você foi meu motivo de cair tão poucas vezes, de não desistir assim de mim. Bem estranho falar disso, mais posso dizer também que é difícil lidar com a saudade, e a saudade tão grande que senti, mais uma ligação, uma visita...é complicado.
Queria ter ficado com você nos seus momentos mais felizes como os dias antes e depois de suas provas importantes, ou nos dias momentos ruins, como decepções, brigas ou até você querer minha companhia; como? como uma pessoa que te admira, pelos seus defeitos e qualidades, como pessoa imperfeita e muito, mais muito especial, como pessoa que gosta de você com o maior carinho e que teve o privilegio de ter sua amizade, mais por pouco tempo.

Todas as vezes que te vi, e claro você não me viu, seu sorriso espalhava felicidade e seus olhos, doces como sempre. Não mantive tanto contato durante todo esse tempo, não por que não quis, era porque não podia...tive medo de acabar atrapalhando seu brilho, seu caminho sozinho. Nossa...invejo aquelas pessoas que podem estar contigo, que você confia, liga e precisa delas por perto, aquelas com quem você conta sempre. Invejo não pelo sentimento de pecado e sim por talvez te querer nas minhas horas boas e ruins como você os quer. Bem...não tenho tanta coisa assim para lhe dizer, mais pode acreditar...Saudade de te ver não é o problema, o tempo sempre se encarregou de cruzar meu caminho com o seu, mais infelizmente em horas importunas, tuas. De todo meu coração, disse e repito: estou aqui para o que der e vier, estou aqui para você. Espero te encontrar, mais te encontrar pra a gente conversar, se olhar, enfim, se encontrar, de bem com nós mesmos e maduros certo!Enquanto isso espero que não deixemos de nos falar. Sabe, na verdade não posso lhe dizer que espero, porque na verdade não posso esperar nada.

Sempre.
De uma bobona que não sabe esconder e se conter."
26/07/07


2 comentários:

Cafuringa ~ disse...

olha, o ruiim disso tudo, é que aquelee pra queem vocee escreveu tudo isso, vá ler algum dia.
e se ler, é difícil que ele vá captar toda a emoção contida nas entreliinhas desse incrível post.

parabéns, por ser assim, tão sensível.

beeeejo ;*

cafuringa ~

.Mariana. disse...

Não sou sensível, sou praticamente uma gelatina com meio litro de água a mais.
rs.

Mais hoje em dia isso é raramente.