quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Riot, riot, riot

Cheguei, fui pensar nas meeeesmas reclamações inúteis que sempre faço a mim mesma.
Acho que isso vira costume quando se aprende a viver sozinho há quase 12 anos. Você chega, pensa:-Todo mundo só fica falando, falando, e eu só ouço, mais ninguém prestou atenção nos meus próprios segredos. Também, eu não vou contar mesmo, tenho muitos pra guardar.

"Coração que já não aquece mais, sentimentos." Vou acabar ficando como o Coração Gelado dos Ursinhos Carinhosos u.u

E agora, eu tenho uma 'rotina' mais pesada. Escola, aquele inglês que tem aula quase todo dia por causa das extras, a bendita terapia que eu ás vezes cabulo, o dentista que eu também praticamente sempre dou o cano, a brincadeirinha de Dona de casa já que minha família me considera uma futilzinha(pra mim é inútil ás vezes mesmo), e os fins de semana que eu passo de mal humor em casa, com uma cara de pessoa carente, irritada, comum e pensando em todos os meus 'amigos' que nessa mesma hora devem estar saindo, namorando, e fazendo novos amigos e eu só fico falando com meus pensamentos, pensando que minha cabeça é um livro que eu posso ficar conversando, inventando personagens e narrando as coisas. Tá bom, hoje eu tô pessimista maiis que o normal e não, eu não sou coitada, deve ser o TPM, desculpem. (OMG')

Bom...Vou falar de coisas maravilhosas então(pelo menos no meu conceito):
Hoje eu comprei o livro que eu tinha visto na livraria, ele tava lá, todo meio jogado, deve ser legal chama "A gente não é sério aos dezessete anos", tem textos do Rimbaud e Jim morrison e foi lançado em 1995, é Francês;

"If you feel so empty
So used so let down(...)
If you feel so filthy
So dirty so fucked up
If you feel so walked on
So painful so pissed off
You're not the only one
Refusing to go down
You're not the only one
So get up." (Riot - Three days grace)

"No one will ever see
This side reflected
And if there's something wrong
Who would have guessed it
And I have left alone
Everything that I own
To make you feel like
It's not too late,
It's never too late."

Never too late - Three days grace, um viciozinho desse mês.
Daqui a pouco passa e logo chega outro viciozinho para meus olhos brilharem e se apagarem no próximo mês, como sempre.

Sorriso, sorte, e muita música para todos. Música é a coisa que mais te faz viver, mais te faz sentir, mais te faz andar. Pensar não, quem quer pensar somos nós mesmos, meio, 'Humanos' eu acho.

2 comentários:

Karol Armstrong disse...

é horrível quando vc sente q tem algo pra falar,pra gritar e ninguém te escuta, ninguém te da atenção, aí vc guarda pra si, uma vez, outra vez, até q se acostuma a viver presa em seu próprio mundo, sua própria "caixa de Pandora".
relaxe...seu S2 logo será aquecido, pelo calor de sua alma, pelo fogo de uma paixão(todos os bons sentidos), e por muitas outras coisas...^^

queria eu voltar a ter aula de inglês todos os dias......era tão legal...^^

nossa fikei curiosa pra ler o livro..os dois q vc citou ("A gente não é sério aos dezessete anos" e "Crepúsculo"( ou algo assim)...

divirta-se som seus sorrisos
com seus livros e com suas ações
essa é a melhor maneira de viver
bijuxxx

O Profeta disse...

Onde acaba a terra e começa o Mar
Há um lugar onde vive a ilusão
Repousa na madrepérola das conchas
Com a forma de um coração

Onde as giestas se agarram à areia
Onde as pedras têm diadema de algas
Onde o Mar conta histórias longínquas
Onde as vagas soltam distantes mágoas


Bom domingo



Mágico beijo