quinta-feira, 27 de novembro de 2008

'Mas quais são as palavras que nunca são ditas?'

Repetido, repetida.
Nunca se sabe como começar, com essas palavras tão repetidas.
Parece que tudo está normal, porque já não me serve mais.
Aquelas palavras de outrora, não me servem mais.
Aqueles pensamentos absurdos, não me servem mais.
Aquelas roupas favoritas, não me servem mais.
Aquele perfume favorito, não me faz mais sentido.
Aqueles dias de saudade, me servem apenas quando necessário.

"Quem me dera acreditar que o mundo é perfeito e que todas as pessoas são felizes."

O mundo de cada um é incrívelmente perfeito.
Cada imperfeição grande. Absurda. Maravilhosa.
Ninguém pensa nas imperfeições que nos levam à cada coisa límpida, a cada pessoa especial, a cada fato importante, a cada descobrimento, a cada experiência de cada imperfeição, da busca da perfeição inexistente, inútil, que todos procuram a vida toda e entrar em cada mesquinharia, cada tristeza desnecessária.
Geminianos tendem a querer saber o porquê de tudo, alguém sabe o por que?
Somos curiosos, sarcásticos, adoradores da liberdade. Celebramos a cada saber, a cada novidade, a cada vontade.

Acho que Renato Russo já disse à todos:
"Não vou me deixar embrutecer,
Eu acredito nos meus ideais.
Podem até maltratar meu coração,
Que meu espírito ninguém vai conseguir quebrar"

E da onde veio a estupidez da humanidade?
E da onde veio a falta de carinho?
E da onde veio a saudade?
E da onde veio a tristeza?
E da onde veio a amizade?
E da onde veio a ignorância?
E da onde veio o preconceito?
E da onde veio a esperança?
'E hoje em dia, como é que se diz: "Eu te amo."?'


4 comentários:

Leonardo Curcino disse...

momento legiao? ja foi uma das minhas bandas favoritas. apesar de hoje nao ouvir mais, continuo achando que as cançoes do renato sao atemporais!

O Profeta disse...

Sabia apenas que era um pequenino naquela longa noite
No celeste um luminoso sorriso me chamava
Lançou-me aos olhos raios de deslumbrante luz
Era a minha prenda, uma brilhante…Estrela Alva…

Um Mágico Natal para ti querida amiga que ao longo deste ano me visitaste. Que a Estrela Alva te ilumine neste Natal.


Mágico beijo

Leonardo Curcino disse...

nao posta mais?

Jonatas disse...

E aí, morreu?